sábado, 31 de outubro de 2009

Na passagem do Halloween...


Enquanto, muitos se divertem por aí, extravazando tudo o que tem e não tem, encontro-me em casa, com a convicção de que é o lugar onde eu quero estar (talvez, quem sabe, não com quem eu queria estar, mas, nem sempre podemos ter tudo, né?!!!), e com duas garantias absolutas: "Primeira, 100% sóbrio, e, a mais importante, a maldição do dia 31 não me pegou neste ano". rs...

- "Viva o Halloween!!! Viva!!!" rs...

Myers eu não me esqueci de você...



HALLOWEEN II

Feliz Hallo à Todos!!!



Por mais macabro que esta data possa simbolizar, graças aos filmes de terror e de suspense influenciando o imaginário e a cultura popular e o temor das criancinhas, hoje, além de ser oficialmente o "Dia da Bruxas", salve à todas e todos os bruxinhos (independente das vertentes mágicas que sigam), também se trata de uma data santa, o "Dia de Todos os Santos".

Como nós podemos perceber, mais uma vez, vivemos mais uma dicotomia entre o sagrado e o profano, o maniqueísmo entre o bem e o mal.
Assim, à todos aqueles que vão curtir as festas de hallo, divirtam-se horrores e cuidado com os excessos (prendas e travessuras) que irão cometer nesta noite, pois, literalmente, as bruxas estão soltas!!! rs...

- "Putz, o que eu irei aprontar?!!! Absolutamente nadinha, pelo menos que eu saiba, pois a minha intenção é ficar em casa, resguardado, procurando fugir da minha "maldição das noites de halloween" (bebemorar afoitamente e entrar num profundo transe, quase cadavélico (ZzzzZzzzz), sendo rebocado pelos amigos, no mínimo 4, até em casa) e "bloggar" as minhas pesquisas dragônicas."


Abração, um Feliz Halloween à todos,

Dan.

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

A noite do Halloween está chegando...



... E eu não faço a menor idéia aonde vou e o que farei nesta noite tão profética!!!
Será que eu vou conseguir escapar da minha maldição anual?!!!
(Eu estou achando que SIM)

Oops, furOu!!! rs...




É, né?!!! Fazer o que?!!! Imprevistos e indisposições acontecem. Fica para uma próxima oportunidade...

Atitude é 10!!!


"Quanto mais eu vivo, mais eu percebo o impacto da atitude na vida. Ela é mais importante que o passado, que a educação, que o dinheiro, que as circunstâncias, que os fracassos, que os sucessos, e do que as outras pessoas pensam, dizem, ou fazem."

(Chuck Swindoll)

Top 5: Os coices do mês de outubro




Quando eu estou com a "pá virada", sai debaixo: tolerância zero!!!




5º lugar



- "Você namora comigo?!!!"

- "NÃO!!! Sob hipótese alguma."





4º lugar



- "Você quer tomar banho comigo?!!!"

- "NÃO!!!"





3º lugar



- (...)

- "Você nem me conhece. O que você sabe da minha vida?!!! Recolha-se a sua insignificância!!!




2º lugar



- "Desbloqueia, amigo!!!"

- "Vem cá, se eu não estou preocupado com o meu estado, porque você está encomodado?!!!"




1º lugar



- (...)

-

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Faça a diferença, SEMPRE!!!


Com certeza, a diferença mora nos detalhes, quer ver?!!!

Porquê você não me ligou em retribuição?!!!
Porquê você não respondeu o meu e-mail referente à nós dois?!!!
Porquê você não se expôs um pouco mais nas nossas conversas?!!!

Ligar em retribuição, responder um e-mail importante e se expôs um pouco mais poderiam fazer uma diferença significativa. Você vai sempre ficar esperando por um movimento meu?!!! Ausência de atitude me gera um grande desinteresse, diria até mais, pra mim, ter atitude faz toda a diferença e na ausência dela é um grande passo para me perder e me fazer desinteressar.

Enquanto alguns preferem idealizar personagens, admirando as características físicas, eu prefiro admirar ATITUDES!!! A quem possa se interessar:

- "Não é com omissões que você irá me conquistar. Tenho dito!!!"

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Ice heart, baby... Who I am.


Porque será que alguns "icebergs" não me chocam e nem me surpreendem mais?!!!


Resposta fácil, porquê eu não estou mais transbordando de expectativas. Além do que o meu coração está tão gelado quanto. Não me venham dizer que eu sou insensível, eu apenas reajo de acordo com os estímulos que eu recebo. Eu já não tenho mais um espírito "kamikase".

- "A minha autodefesa me impede de: Jogar-me de altas geleiras sem ter equipamentos de segurança, esquiar no gelo sem patins e luvas, enfrentar baixas temperaturas sem estar bem agasalhado e chupar gelo estando resfriado."


É... É melhor deixar quieto mesmo. Deixa como está!!! Não serei eu que vou abraçar um "iceberg".

Não precisei cometê-lo!!!


Alguns erros não precisam ser cometidos, porque já sabemos de antemão já se trata de um erro.



...One look and I'd break right down and cry
Now you say that you've made a big mistake
Never meant to take your love away
But you can save your tired apologies
'Cause it may seem hard to believe...

(BoyzIIMen - Doin' just fine)



- "Nem precisei cometê-lo, para saber que você (F) seria um grande equívoco."

As cegueiras


É muito instigante e frustrante também quando nós fazemos uma leitura errada da realidade. Muitas vezes, os sinais são evidentes demais e estão estampados nos nossos olhos e na nossa cara, e, mesmo assim, seja pela "cegueira dos otimistas" (dessa vez, vai ser diferente!!!) ou pela "cegueira dos generosos" (sim, eu vou dar uma nova chance...) ou pela "cegueira dos miopes" (você não enxerga mesmo um palmo diante do nariz.) ou pela "cegueira dos ingênuos" (você simplesmente não vê!!!) ou pela "cegueira dos estrategistas" (você não enxerga, porquê não é conveniente para os seus interesses enxergar!!!), não os percebemos, acabando de fato sem enxergar como as coisas, as pessoas, as circunstâncias e os jogos são.

Em algum momento da minha vida, eu já fui tomado por algum tipo de cegueira dessas, fazendo com que eu cometesse alguns equívocos de leitura e análise importantes, passando por cima até da minha intuição. Nem sempre a nossa primeira impressão está errada, sobretudo aquela que se manifesta através de sinais físicos (arrepios, calafrios) e/ou da sinergia (empatia positiva e negativa). Se não prestamos atenção aos sinais, mais cedo ou mais tarde, algumas das nossas hipóteses e temores (até os mais tenebrosos) podem se confirmar.

- "Você não acredita?!!! Owwww, mas, isso acontece bastante, com uma frequência mais rotineira do que podemos imaginar."


Só o tempo mesmo para confirmar as nossas primeiras impressões e convicções e, principalmente, mostrar quem é quem. Nem mesmo o deficiente visual é cego a vida inteira, primeiro, porque ele desenvolve outros sentidos para poder enxergar, nesse sentido, você que não tem uma cegueira congênita, mais cedo ou mais tarde, você pode se livrar de outras "cegueiras" que lhe acometem. Qual é a cegueira que lhe acomete?!!! Qual é a da vez que interfere no seu plano de leitura e compreensão do mundo?!!!

terça-feira, 27 de outubro de 2009

A turma do banheiro



Não é novidade nenhuma que os adolescentes estão cada vez mais precoces e começando as suas experiências sexuais cada vez mais cedo, se na minha geração já éramos rotulados como crianças precoces, imaginem só a "geração internet", como também, não é novidade nenhuma que os espaços públicos como praias, parques, garagens, cinemas e os banheiros públicos de escolas, universidades, metrôs, rodoviárias, aeroportos, bares, boates e shopping centers são utilizados como locais de "pegação y otras coisitas mas".

Naturalmente que a precocidade da prática sexual reflete o esfacelamento dos valores humanos e sociais tão em voga em nossa sociedade e o sexo ainda continua sendo um tabu intransponível pelos pais e educadores, apesar do acesso à informação, eles não conseguem conter o avanço desse fenômeno, trazendo consequências preocupantes como o aumento dos índices de gravidez , de aborto e transmissão de doenças sexualmente transmissíveis na adolesência, sobretudo se as relações sexuais são praticadas pelos alunos nas dependências das escolas públicas - um dos escândalos nacionais em pauta no início desta semana.

O que há de novo nesse fato é o grau de exibicionismo com que os adolescentes passaram a externar, influenciados pelo uso indiscriminado e indiscreto da internet, fazendo com que eles não tenham nenhum zelo ou constrangimento de expor as suas intimidades na mídia e praticarem o uso indevido da imagem, disponibilizando vídeos de conteúdo erótico e atentados a sua integridade física, emocional e moral na rede, seja nos sites de relacionamento como o Orkut e vídeos como o YouTube. Pasmem, agora com o consentimento dos envolvidos - exemplo da "turma do banheiro", os adolescentes paranaenses (PR) e paraenses (PA) que após disponibilizarem os seus vídeos eróticos na rede e distribuídos entre os colegas de sala, encontram-se alguns suspensos e outros transferidos para outras escolas.

Infelizmente a falta de pudor e de decoro e a ausência de controle do uso consciente da internet e outros veículos de informação tornaram-se uma arma contra nós, seja que instância e gravidade for, afrontando a nossa intimidade, individualidade e imagem. Como se isso não bastasse, também serve para degradar os comportamentos humanos e banalizar as relações, onde os mais "sem vergonhas" trocam scraps via scrapbooks, depoimentos e comunidades, torpedos e mensagens via celular e bluetooth, conversas em msn e genéricos marcando aventuras e orgias sexuais. Isso tudo é fruto da permissividade e perniciosidade que permeia as nossas redes sociais de relacionamento.

Sessão XXIX: Meu esquema subjetivo


DAN (solteiro) = AI - CD


A minha vontade de não me comprometer = (AUTONOMIA + IDENTIDADE) - (CONTROLE + DESCARACTERIZAÇÃO)

Nesse sentido, a conquista da AUTONOMIA é fundamental para o fortalecimento da IDENTIDADE.

O CONTROLE e a DESCARACTERIZAÇÃO: Ambos os aspectos eu abomino, pois os dois comprometem respectivamente a LIBERDADE e a construção da PERSONALIDADE.





"Ovelha negra", "vilão", "carrasco": Não me melindra nenhum pouco em sê-los, sobretudo quando eu estou sendo sincero comigo mesmo e com os outros. A justificativa da rebeldia está em rebelar-se em prol de uma convicção, de uma motivação real e bem fundamentada e não apenas um mero reflexo do "ser do contra". Ser do contra só por ser do contra representa um vazio de identidade - o que não é o meu caso.

Psicologicamente, o termo "ovelha negra" está relacionado a transgressão. Mas, no meu caso, é muito mais uma forma de afirmação da minha personalidade:"EU EXISTO!!!"





Quanto ao meu medo de comprometimento pode se contrapor à:

I) Submissão - De fato, se contrapõe ao meu temperamento, já que eu tenho um gênio forte e mandão;

II) Abandono - Por mais que ninguém goste de ser abandonado, diante da situação, eu tenho como ponto a favor: "Eu não tenho medo da solidão, justamente porquê eu pago o preço que for, até ficar só, mas, eu não passo por cima das minhas convicções e, muito menos, não assino a cláusula da minha degradação";

III) "Acabar em nada" - Investir tudo numa relação para depois ela não dar em nada, simbolizando perda de tempo e energia.

QUEM SABE



"Seguindo os próprios sonhos
Alçando vôos além do esquecimento
Pairando solitário alguns momentos
Gemendo da carência incontida
Sentido a solidão destas noites frias
Vivendo quase uma paixão primordial
Cravando os dentes
nesta cidade inconseqüente
Tramitando no gozo inconfessável
Urrando em um sórdido motel
Rindo de um ex-amado e seus tolos jogos
Colecionando selos bobos
Hora ébrio e demente
ou quem sabe um mero sábio indolente
Sendo um artista sonhador meramente
ou com dons de lascivo estivador
Sigo assim nesta mutante solidão
a espera do que chamo de amor
Sabendo que na ilusão destas noites frias
quando o luar ilumina o mundo
outros lábios
possam encontrar os meus.
assim caminho
a espera de alguém"

(Autor: Um urso paulista solitário)

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Respeitem-se mais...



... Chega de tanto baratismo!!!




"As pessoas criam regras que não
cumprem,impõem comportamentos
que não têm,esperam o respeito
que não dão editam princípios
que não seguem."

(Angela G. A. Beirão)



"Nada é mais despreciável que o
respeito baseado no medo."

(Albert Camus)



Hoje eu queria postar sobre o respeito. No meu ponto de vista, o respeito é o pilar fundamental em todos os níveis de relacionamento (interpessoais, familiares, profissionais e sócio-culturais) e, sobretudo, para manter a nossa integridade física, moral e emocional. Mais do que uma imposição, o respeito é uma conquista diária, onde você determina os seus limites e respeita os limites do outro, já que o respeito mútuo se faz necessário e acima de tudo é um ato de diplomacia, caso contrário, você ultrapassa essa línha tênue chamada privacidade, cometendo até invasões impertinetes ao território alheio. Ninguém, nem eu e nem você gostamos de ser invadidos.

Nesse sentido, a forma como você se comporta nas situações é fundamental para deixar bem claro até aonde você vai e até aonde os outros podem chegar comvocê. Clareza nunca é demais, principalmente para estabelecer o respeito interpessoal. Se você age de forma dúbia, contraditória e vulgar, demonstrando que nem mesmo você se respeita, como é que você quer ser um indivíduo respeitável?!!! Assim não dá. As atitudes correspondem aos fatos e muito diz de quem nós somos, pensamos, sentimos, fazemos e acreditamos.

Como diria Luis Gasparetto, espírita e parapsicólogo paulista, a gente só respeita quem se faz respeitar. Se você dá o exemplo, dificilmente você será desrespeitado e se for pode responder à altura. Se você tem um comportamento pouco apropriado (comportando-se como uma prostituta barata, uma rameira, uma qualquer sem eira e nem beira que se vende por qualquer quantia, como um pedaço de carne exposto no açougue ) como você quer ter a confiança e o respeito da pessoa que você admira e gosta?!!! Confiança e respeito são indissolúveis, não existe um sem o outro. Quem tem dúvidas sobre a sua conduta jamais lhe respeitará.

Quem age com retidão e caráter dificilmente tem algo a temer e banca qualquer injustiça ou imcompreensão porque tem a consciência de quem é, dos seus valores e das suas ações, sobretudo porquê se autorespeita e não se abate com o julgamento do outro. Quem não se respeita, não pode ser respeitado.

- "Respeitem-se mais, chega de tanto baratismo!!!"

Dan, faça a sua aposta!!!



Eu?!!! Nem morto!!! Tudo bem, que a noite do Halloween sempre me promete diversões e "apagões homéricos esquecíveis, porém, relatáveis", mas, eu prefiro não apostar nenhuma ficha ou fazer qualquer previsão para o dia 31/10, especificamente, porquê eu quero evitar maiores decepções: "50% for 50%".

Pode ser que eu vá, pode ser que eu não vá, pode ser que aconteçam boas surpresas, como também pode haver ausência delas, então, vamos aguardar os fatos, sem grandes apostas ou expectativas - O que tiver de ser, será, porém, não depende apenas da minha vontade, outros fatores estão envolvidos.

- "Mas, é claro, que eu estarei mentalizando positivamente para que as coisas aconteçam à contento, ao meu favor."

Eu não vejo a hora de dizer:



Eu, heim!!! Apesar de faltar um pouco mais de 2 meses pra o ano acabar, bem que ele já poderia ter acabado. Pelo menos, pra mim, já deu o que tinha para dar, portanto, eu não espero mais absolutamente nada dele. Eu acho até que: "Pior não pode ficar"; então, eu poderia acelerar o relógio do tempo, exatamente para o dia 31/12/2009, onde eu estaria lindo, eufórico e esperançoso aguardando a virada do ano em Canoa Quebrada.

Uma coisa é certa, até lá, o que surgir será lucro, pois, eu não tenho mais nada a perder mesmo...

domingo, 25 de outubro de 2009

Quando tudo parece estar perdido...


... É preciso continuar:
Erga a sua cabeça!!!




The Climb é perfeita:







I can almost see it
That dream I'm dreaming but
there's a voice inside my head saying

You'll never reach it

Every step I'm taking
Every move I make Feels
lost with no direction
My faith is shaken
But I, I gotta keep trying
Gotta keep my head held high

There's always gonna be another mountain
I'm always gonna wanna make it move
Always gonna be an uphill battle
Sometimes I'm gonna have to lose
Ain't about how fast I get there
Ain't about what's waiting on the other side
It's the climb

The struggles I'm facing
The chances I'm taking
Sometimes might knock me down But
no, I'm not breaking
I may not know it
But these are the moments that I'm gonna remember most, yeah
Just gotta keep going
and I
I gotta be strong
Just keep pushing on
'Cause

There's always gonna be another mountain
I'm always gonna wanna make it move
Always gonna be an uphill battle
Sometimes I'm gonna have to lose
Ain't about how fast I get there
Ain't about what's waiting on the other side
It's the climb

There's always gonna be another mountain
I'm always gonna wanna make it move
Always gonna be an uphill battle
Sometimes I'm gonna have to lose
Ain't about how fast I get there
Ain't about what's waiting on the other side
It's the climb

Keep on moving
Keep climbing
Keep the faith
Baby
It's all about
It's all about the climb
Keep the faith
Keep your faith
Woah-oh-oh-oh

(Miley Cyrus)

I wanna know what love is by Mariah Carey



I gotta take a little time
A little time to think things over
I better read between the lines
In case I need it when I'm colder

In my life
There's been heartache and pain
I don't know
If I can face it again
Can't stop now
I've traveled so far
To change this lonely life

I wanna know what love is
I want you to show me

I wanna feel what love is

I know you can show me


Gonna take a little time
A little time to look around me
I've got nowhere left to hide
It looks like love's finally found me

In my life
There's been heartache and pain
I don't know
If I can face it again
Can't stop now
I've traveled so far
To change this lonely life



- "Será que eu tenho condições de te mostrar o que é o amor?!!!"

- "Quem sabe... Eu quero aprender, quero que você me mostre. Eu já fui tão longe para desistir assim, facilmente...

sábado, 24 de outubro de 2009

Cuidado com o seu Elefante Branco!!!

E você?!!! Está limitado(a) a sua listinha?!!!



Quantas contradições perpassam os relacionamentos: Sentimentos confusos (Será que eu gosto de você?!!! Será que eu não gosto de você?!!!), eternas insatisfações (Eu não estou satisfeito com o meu relacionamento, seja isto ou isso ou aquilo, será que eu fico ou caio fora?!!!), propulsões à infidelidade (Se não está indo bem o meu relacionamento, que tal uma "diversãozinha" por fora ou uma "horinha extra", às vezes sem vínculos, outras nem tanto... ou, que tal, uma vingancinha pessoal?!!!), jogos de poder e quedas de braço (Quem manda mais, eu ou você?!!!), a busca pelo amor idealizado (Aquele amor de contos infantis, de "Romeu e Julieta", de filmes românticos de Hollywood e das "novelas das 8") e a pessoa ideal (Aquela pessoa tal e qual que povoa os seus sonhos e deve ter todas as características listadas no seu caderninho, ítem por ítem, "ipsi líteris", e ainda suprir todos as suas lacunas, exigências e expectativas).

Diante de todas essas contradições associadas ao contexto frágil, banal, fulgáz e rotativo em que as relações estão sendo estabelecidas, tornou-se uma missão quase-impossível namorar, algo que deveria ser uma prática relativamente simples, está se tornando super ultra mega power complicada, ainda mais porquê os comportamentos humanos fomentam cada vez mais os desencontros amorosos, alimentando constantemente o cenário fútil e vazio que está aí.

Você já prestou atenção nisso?!!! Quando estamos conhecendo, paquerando alguém, as nossas expectativas por si só entram em ação - Sim, é o nosso mecanismo subjetivo agindo naturalmente, é assim com todos. A medida que vamos conhecendo o outro e ascende a luzinha interna "Putz, essa pode ser A PESSOA que eu tanto busco!!!", o vínculo de amizade (a desculpa oficial, quase sempre) vai deixando de lado, para quem sabe, BINGO!!!, o algo mais: "Aquele algo mais que você tanto idealizou, esperou e quer realizar".

Mas, aí é que mora o perigo. Algumas pessoas não tem controle dos seus "elefantes brancos" e super valorizam o conceito de pessoa ideal. Se a pessoa que eles estão conhecendo não for tal e qual aquela descrita na listinha de características físicas e atributos pessoais que eles(as) idealizam, lembra-se da sua?!!!, então, se a pessoa não preencher todos os pré-requisitos (como se estivesse se candidatando há uma vaga de emprego ou pleitiando um cargo público), não serve para namorar e, muito menos, nem em tempo algum, para ser seu amigo(a).

Nunca aconteceu isso com você?!!! Comigo já e muitas vezes. Tudo bem, se não existe a possibilidade de namoro, independe dos motivos, interesses e afinidades, porque não manter, pelo menos, uma simples amizade?!!! As pessoas não valorizam o status de "amigo", como se fosse algo menor, um desmérito ou humilhação ao seu orgulho ferido, ou que não merecesse a minha atenção e consideração.

Eu acho isso uma pena, uma lástima, porquê vínculos de amizade para mim são fundamentais e, em alguns momentos, até mais importantes do que um namorico sem grandes consequências ou relacionamentos conturbados e/ou de faixadas. Eu tenho amigos de uma vida inteira e não abro mão dos meus amigos por causa de nenhuma paixonite estúpida.

Já quantas amizades foram perdidas ou não iniciadas porquê você queria O AMOR dos seus sonhos e não um(a) amigo(a)?!!! Quantas vezes, você não teve a paciência de cultivar uma simples amizade para que ela pudesse se transformar num amor?!!! Já que você não teve essa sensibilidade e nem paciência, você jamais saberá o que poderia ter sido e não foi, porque você estava preso/limitado(a) a sua listinha surreal e sem sentido.

My power, My solitude!!!


"Minha força está na solidão.
Não tenho medo nem de chuvas tempestivas nem de grandes ventanias soltas, pois eu também sou o escuro da noite."


(Clarice Lispector)

O que ainda estar por vir...


Trata-se de prenuncios (2)?!!!


De uma hora para outra, assim do nada, surgem possibilidades. Como se anunciassem o que ainda estar por vir... De um lado, o Halloween está chegando (Oops, muito cuidado com a maldição do dia 31/10!!!) e, do outro, o mês de novembro está surgindo, com toda a sua peculiaridade - o mês mais intenso e movimentado pra mim, afetivamente falando.

- São apenas prenuncios... Vamos aguardar o que ainda estar por vir...

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Robotizaram-me e/ou eu me robotizei?!!!



Robotizaram-me:

Destruíram os meus castelos;
Mataram os meus heróis;
Quebraram os meus brinquedos;
Pulverizaram os meus sonhos;
Roubaram a minha ingenuidade;
Aniquilaram o meu romantismo;
Anularam o meu coração;
Enfim, robotizaram a minha forma de agir e sentir.

Meus comandos só obedecem a minha razão, a minha consciência e a minha lucidez, não mais o meu coração - órgão ainda pulsante, porém gélido, magoado e incompetente. Mesmo estando nesse constante processo de robotização, pois, sim, ele só é encerrado quando a morte chega, algo ainda continua pleno e intacto: As minhas convicções. Até os abalos que elas possam vir a sofrer, elas se mantêm mais fortes.

Por outro lado, eu também me robotizei. Como forma de autoproteção e sobrevivência pra evitar alguns sofrimentos e possíveis rachaduras na minha estrutura e circuitos emocionais. A vida e as experiências nem sempre tão satisfatórias e positivas vão nos enrijecendo, tornando-nos mais duros, mais seletivos, mais cautelosos e desestimulados também.

Pergunto-me:



Onde eu me insiro no meio disso tudo?!!!

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Entregue ao ZzzzzzzzZzzzzzzzz...



Uau, não me lembro quando foi a última vez que eu dormi tanto... Zzzzzzzzzzzzzzzzz... Acho que bati o meu recorde: "12h e 30 min, completamente entregue aos "braços de Morpheus", ao sono profundo". Isso se deve graças à uma forte crise de insônia (motivada pelas minhas preocupações e ansiedades) e ao estado de profundo desestímulo que eu me encontro ultimamente.

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Quando me amei de verdade,


... Compreendi que em qualquer circunstância, eu estava no lugar certo, na hora certa, no momento exato. E então, pude relaxar. Hoje sei que isso tem nome... Auto-estima;

... Pude perceber que minha angústia, meu sofrimento emocional, não passa de um sinal de que estou indo contra minhas verdades. Hoje sei que isso é... Autenticidade;

... Parei de desejar que a minha vida fosse diferente e comecei a ver que tudo o que acontece contribui para o meu crescimento.
Hoje chamo isso de... Amadurecimento;

... Comecei a perceber como é ofensivo tentar forçar alguma situação ou alguém apenas para realizar aquilo que desejo, mesmo sabendo que não é o momento ou a pessoa não está preparada, inclusive eu mesmo. Hoje sei que o nome disso é... Respeito;

... Comecei a me livrar de tudo que não fosse saudável... Pessoas, tarefas, tudo e qualquer coisa que me pusesse para baixo. De início minha razão chamou essa atitude de egoísmo. Hoje sei que se chama... Amor-próprio;

... Deixei de temer o meu tempo livre e desisti de fazer grandes planos, abandonei os projetos megalômanos de futuro. Hoje faço o que acho certo, o que gosto, quando quero e no meu próprio ritmo. Hoje sei que isso é... Simplicidade;

... Desisti de querer sempre ter razão e, com isso, errei muitas menos vezes. Hoje descobri a... Humildade;

... Desisti de ficar revivendo o passado e de preocupar com o futuro. Agora, me mantenho no presente, que é onde a vida acontece. Hoje vivo um dia de cada vez.
Isso é... Plenitude;


... Percebi que minha mente pode me atormentar e me decepcionar. Mas quando a coloco a serviço do meu coração, ela se torna uma grande e valiosa aliada. Tudo isso é... Saber viver!!!

(Charles Chaplin)

O Caminho da Vida



"O caminho da vida pode ser o da liberdade e da beleza, porém nos extraviamos.

A cobiça envenou a alma dos homens... levantou no mundo as muralhas do ódios... e tem-nos feito marchar a passo de ganso para a miséria e morticínios.

Criamos a época da velocidade, mas nos sentimos enclausurados dentro dela. A máquina, que produz abundância, tem-nos deixado em penúria.

Nossos conhecimentos fizeram-nos céticos; nossa inteligência, empedernidos e cruéis. Pensamos em demasia e sentimos bem pouco. Mais do que de máquinas, precisamos de humanidade.

Mais do que de inteligência, precisamos de afeição e doçura. Sem essas virtudes, a vida será de violência e tudo será perdido."

(O Último discurso, do filme O Grande Ditador)

Teste vocacional




"Tua caminhada ainda não terminou....

A realidade te acolhe
dizendo que pela frente
o horizonte da vida necessita
de tuas palavras
e do teu silêncio.

Se amanhã sentires saudades,
lembra-te da fantasia e
sonha com tua próxima vitória.
Vitória que todas as armas do mundo
jamais conseguirão obter,
porque é uma vitória que surge da paz
e não do ressentimento.

É certo que irás encontrar situações
tempestuosas novamente,
mas haverá de ver sempre
o lado bom da chuva que cai
e não a faceta do raio que destrói.

Tu és jovem.
Atender a quem te chama é belo,
lutar por quem te rejeita
é quase chegar a perfeição.
A juventude precisa de sonhos
e se nutrir de lembranças,
assim como o leito dos rios
precisa da água que rola
e o coração necessita de afeto.

Não faças do amanhã
o sinônimo de nunca,
nem o ontem te seja o mesmo
que nunca mais.
Teus passos ficaram.
Olhes para trás...
mas vá em frente
pois há muitos que precisam
que chegues para poderem seguir-te."

(Charles Chaplin)



Mais do que dizer: "Eu preciso mudar"; se faz necessária a mudança, tanto no que concerne a minha vida profissional, chega de sociologia, e, sobretudo, a minha vida financeira, chega de ser um liso. Com certeza, eu preciso dar uma guinada na minha vida profissional o mais rápido possível, enquanto há tempo e eu ainda tenho um pouco de disposição para começar do zero e, quem sabe, estudar.

Algo é bem claro, eu vou partir para uma nova graduação. E baseado nisso, hoje eu fiz alguns testes vocacionais on-line (3). Os anos se passaram e eu continuo sendo um "homem das humanas", mas, com interesses profissionais diferenciados - tudo indica que eu irei fazer uma longa caminhada na área administrativa. A priori na área de recursos humanos ou... uma nova possibilidade a ser descoberta.

Mas, tudo indica que eu preciso buscar um novo sentido pra mim, para minha vida, nada como iniciar a mudança e a busca pelo pilar do trabalho e da formação profissional, buscando reparar um erro cometido lá atrás.

- "Antes tarde do que nunca."

Mais uma noite/dia de insônia


Eitaaaaaaaaaa, mais um dia de insonia - tudo indica que além da minha ansiedade existencial (a busca por um sentido), eu não fui dormir no meu horário habitual. Passou do horário e não consegui mais dormir. O meu consolo é saber que amanhã eu capotarei e só Deus sabe há que horas eu irei acordar... rs...

- "No meu caso, nem contar carneirinhos está surtindo muito efeito, viu?!!!"


Eu até tentei "pescar umas piabinhas" durante o dia, mas, não resolveu muito.

Parabéns, Ramon!!!



Bem, hoje o meu sobrinho completa 22 anos, passando assim da maior idade, dando mais um passo para tornar-se homem, dando mais um passo para ingressar na vida adulta. Neste caso, "tornaar-se homem" para mim, ultrapassa qualquer rótulo ou conceituação que possa restrigir tal estado ao termo "macho" - Hombridade sim, faz toda e qualquer diferença.

Por isso, nesta data meu caríssimo sobrinho, eu desejo que você continue se tornando esse homem de caráter que você vem se tornando, da sua forma, da sua maneira, sem esquecer-me de torcer sinceramente que você tenha toda a felicidade do mundo, conseguindo cumprir a cada meta e conquista que você se proponha a realizar.


Felicidades, tudo de bom, sorte e sucesso na sua vida, são os votos sinceros do seu tio, Dan.

The man, Hugh Jackman


Seja como Van Helsing (2004) ou Wolverine (2009), Hugh Jackman é o cara!!!

- "Ai que meda!!!" rs...

Private Resort, Férias do Barulho (1985)







- Danna, querida, onde está a sua prima Shirley?!!!

- Liber-se comigo, raga lama!!! Você tem que lutar para ser feliz...
- Mas, eu sou feliz!!!
- Não, esse não é um corpo são!!!
- Querida, se o meu corpo não é são, eu não não me chamo Big Rick.
- Mas, você tem que retirar todas as camadas artificiais.
- Foi você quem pediu...
- Oh, não em frente do Baba Rama!!!

- Shirley, o que você está fazendo?!!!
- Estou meditanto.
- Então, vamos logo. Nós já estamos indo embora.
- NÃO!!! Porquê a meditação é a coisa mais importante da minha vida!!!
- Bléh!!!
- Ahhhhhhhhhhhhhhhhh!!!



Nossa, não tem como não se lembrar desse diálogo final... Esse filme eu já assisti milhares de vezes e não tem como não assistí-lo. Adoooro!!! Tem a cara da minha infância/pré-adolescência.

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Eu fiz a minha parte


Bem, consciência tranquila. Fiz a minha parte, o que deveria ser feito. Se não der em nada (provavelmente, o que me sugere em se tratando da reação), pelo menos, eu tentei e, neste caso, com certeza, não serei eu que estarei deixando uma oportunidade passar ou fechando-me diante da situação (Mas, se fechar, decisão respeitada - Há de se respeitar o direito de opção de cada um). Alguns medos, monstros e fantasmas precisam ser encarados de frente e eu estou encarando os meus, com dignidade e sem me vergonhar de quem eu sou, por mais difíceis que eles sejam: "Expor-se e/ou lidar com a rejeição alheia nunca são fáceis, mas, vamos a luta!!!"

- "Nas trincheiras dessa vida, ou você se joga na guerra e luta em prol da sua causa ou ela te explode, de uma forma ou de outra, mais cedo ou mais tarde."


Claro que se a situação pode ser resolvida na paz, se for, melhor ainda, mas, nem todas as causas são pacíficas e descomplicadas. Mas, não me refiro aqui à eventos de violência - Peace and love forever!!! O fato é que eu não me acomodei diante das minhas limitações, nem as deixei me aprisionarem, eu fiz a minha parte, mais uma vez, sem me acovardar.

Repondo o sono atrasado



"... Agora eu vou lhe dá uma dica, uma dica
O mundo é tão lindo
Ainda tem eu aqui te querendo, querendo
(ainda por cima tem eu te querendo, te querendo)
Acordei pensando nisso

E o bom da vida é viver bem
Estar bem, querer bem
Deixa eu namorar

Viver bem
Estar bem, querer bem
Não é nada mau
Viver bem, estar bem é particular..."

(Seu Jorge - Pessoal Particular)



Putz, perdi a hora, literalmente... Mas, também mais de 48h "ligadão no ar", eu tinha mais é que repor o meu sono, né não?!!! Só consegui sair da cama às 17h e, quando o despertador do celular tocou às 10:30, anunciando que estava na hora de ir para terapia, eu preferi ficar agarrado com o meu travesseiro mesmo, repondo o sono atrasado... rs... nem confiança para a terapia.

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Dica de filme: Efeito Borboleta 3



Gente, por incrível que pareça, perdoem a minha ignorância cinematográfica, mas, eu desconhecia que já havia sido lançado o Efeito Borboleta 2. A minha ficha caiu quando eu descobri, sem querer, ermamente mesmo, que já estava nas locadoras o n° 3: "A revelação". Mesmo não assistindo o 2, eu arrisquei assistir o 3 e recomendo. Simplesmente, o filme é muito bom - pra mim, o melhor da triologia. Deixo aí a minha dica de filme, neste início de semana.

A insonia das segundas-feiras



Início da semana, mais uma crise de insônia habitual. Revirei de um lado para o outro na cama e nada!!! A cabeça estava mil... Uma série de preocupações e expectativas pairavam na minha cabecinha complexa. Aff, até quando vai essa minha oscilação de sono: "Uns dias, tudo; Outros dias, nada!!! Tal e qual a minha personalidade".

Como não adiantava ficar teimando na cama, eu fui realizar as minhas atividades e tentar ocupar o máximo a minha cabeça e conter a minha ansiedade em relação à, dessa vez prefiro não comentar!!! rs... Naturalmente, que eu tomei uma atitude a respeito, vamos aguardar se surtirá efeito - Tomara!!!. Sim, também, realizei algumas retratações e travessuras... rs...

O inferno são os outros


O que seria da tua beleza
Se eu fechasse os meus olhos pra você
O que adiantaria essa tua ideologia
Se tua própria liberdade se transformasse em opressão
Escute o meu silêncio

Talvez você nem tenha percebido
Que eu te quis também
Se ao menos eu pudesse te mostrar
Que o inferno são os outros

Você não quis me escutar
E o tempo não parou
Vou sair pra ver o sol
Vou mentir e dizer que eu não sou feliz
Vou sair pra ver o sol

Deixo a porta aberta se quiser voltar
Mas saiba que eu também consigo viver só
A solidão que me ensinou a ser mais forte e a qualquer lugar eu vou sem medo

Você não quis escutar
E o tempo não parou
Vou sair pra ver o sol
Vou mentir e dizer que eu não sou feliz
Vou sair pra ver o sol
Vou mentir e dizer que eu não sou feliz.

(Detonautas)

Atenção aos desavisados do tempo!!!



O horário de verão já começou!!!


- "Mas, na boa, para que isso vai me adiantar mesmo, heim?!!! O Ceará, os estados do N e do NE e Tocantins estão alheios ao adiantar de uma hora no relógio."

domingo, 18 de outubro de 2009

Visitando os amigos, as lembranças...



- "Vai, vai, vai... levanta dessa cama, rapaz!!! Foça, ânimo, coragem!!! Vai, você vai conseguir!!!"



Depois de pensar mil vezes para sair da cama (algo tão difícil, ultimamente), eu resolvi que iria visitar a minha segunda família de coração - Aquele tipo de família que lhe acolhe, do jeito que você é, um presente que a vida te dá!!! Então, vieram aqui em casa me buscar... Fui para tomarmos um delicioso coffee da tarde e colocar a conversa em dia e relembrar 22 anos de amizade (algumas histórias que eles lembram, mas, eu nem sequer lembrava... abafa o caso!!!). rs...

A tarde foi bem agradável, aquele gostinho saudoso de família completa, de recordar é viver!!! Enfim, eu só tenho muito a agradecer esse momento tão caloroso, embora, em alguns momentos, eu estivesse sob a berlinda, algo que eu já consigo tirar de letra.

- "Eu amo todos vocês. Obrigado pelo carinho e a acolhida de sempre."

sábado, 17 de outubro de 2009

Heis que surge um sorriso...



Um verdadeiro complô para me tirar da cama hoje: "Gritos, me chamando e solicitando os meus préstimos; celular tocando, nada de urgente; cabeça à mil, rodando entre tantos pensamentos e sonhos transloucados; ..."; eu, heim: "É HOJE!!!"

Sai da cama, às 12:30, olhando várias vezes para o relógio para confirmar se era mesmo esse horário - Nossssssssssssssss sa, estava muito cedo para sair da cama, e fui para o jardim agoá-lo, hoje é dia de agoar as plantinhas, como também realçar a minha morenice.

Quando eu me conecto, obaaaaaaaaaaa, boas notícias, alguém interessante ressurgiu das cinzas: "Heis que surge um sorriso com o seu regresso". Depois, até que fim, conversamos um pouco no MSN, nada de demais, e nos despedimos. Após esse reencontro, eu enviei alguns e-mails para três amigos distantes para matar as saudades.

O que me resta para logo mais?!!! A mesma coisa que ontem: "Jogar conversa fora e esperar o "Private Resort" terminar de baixar no shareaza para eu assistir - Oh, filmezinho demorado, aff!!!"

E mais um dia se vai...

Mudanças by Camões

Resumo da ópera



Trocando em miúdos,

"Eu vou lhe deixar a medida do Bonfim
Não me valeu
Mas fico com o disco do Pixinguinha, sim!
O resto é seu

Trocando em miúdos, pode guardar
As sobras de tudo que chamam lar
As sombras de tudo que fomos nós
As marcas de amor nos nossos lençóis
As nossas melhores lembranças

Aquela esperança de tudo se ajeitar
Pode esquecer
Aquela aliança, você pode empenhar
Ou derreter

Mas devo dizer que não vou lhe dar
O enorme prazer de me ver chorar
Nem vou lhe cobrar pelo seu estrago
Meu peito tão dilacerado

Aliás
Aceite uma ajuda do seu futuro amor
Pro aluguel
Devolva o Neruda que você me tomou
E nunca leu

Eu bato o portão sem fazer alarde
Eu levo a carteira de identidade
Uma saideira, muita saudade
E a leve impressão de que já vou tarde."


(Chico Buarque)

A cratera



Putz, isso já não é nem mais um simples buraco, mas, uma enorme cratera no meio do meu peito. Sinto-me como se eu tivesse vivido 250 anos e nada mais fosse novidade e me fizesse sentido algum. Tudo bem, eu se que se trata de um grande exagero, até estou potencializando-o, mas, eu preciso entrar em contato comigo mesmo, analisar os estragos, rever os meus conceitos e resgatar, se não um sentido consistente, pelo menos, um sorriso amarelo e, quem sabe, resquícios do meu bom otimismo.

- "Ultimamente, tudo está "UOHscar"!!!" rs...


Sem graça, sem cor, sem sentido, sem estímulo, sem... O que será?!!! Nem mesmo eu sei o que eu quero, embora saiba o que eu não quero, olha aí, já é um bom começo!!! Rs... Que nada, pouco está me ajudando também, o desestímulo é o mesmo.

Beijar na boca você quer?!!! NÃO!!!
E se jogar na pista?!!! NÃO!!!
Sair para paquerar?!!! Piorou!!!
Conhecer novas pessoas?!!! O que isso vai me adiantar?!!!
Estar entre os amigos?!!! Também NÃO...
Que tal um presente?!!! NÃO!!!
Chocolate?!!! Posso pensar?!!! Depois eu respondo.

- "Xiiii, tá ruim, heim amigo?!!!"


Deixa eu primeiro me encontrar no centro desta cratera, arrumar a minha cabeça, minha casa, a minha vida, depois eu penso nas demais coisas.

- "Se o mundo acabasse agora, com certeza, pra mim, não faria a menor diferença. Eu o aceitaria com uma resignação uniforme."

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Palavras tardias, perdidas...



A vida da muitas voltas, tal e qual uma roda gigante... Owww, clichezão, mas, é assim que a Dona Vida se desenvolve. Quando a gente se encontra apaixonado e a relação acaba, lá no fundo, se não há uma possibilidade de volta, após tantos ensaios fracassados, pelo menos, o que a gente mais quer é o reconhecimento, o devido valor que julgamos merecer, assim como esse:


"No matter how hard I want to come back behind, I would not have I eat to make this. To make what? But, I loving follow you, of form well more sincere of what before. He forgives me for the evil that caused I you. I know that I you left marks, deep marks until, but, love I you...

It is never easy to leave somebody to leave, you knows very well of this. I already left you to leave for incautiousness, pride, several other things. E you always continue you the firm one, making that I always come across with "cananha" that I was one day behind with you there. Exist some form of I to redeem me with you and you to come back pra me?

Nor necessary to detach that my engagement does not have weight none for me. It is only one game of scene. An exit for I not to so only feel me.


Because judge you me? Because you are so severe with me? If it never forgets: "You are not exempt of errors"…


Days that I catch myself dreaming of its pardon, in the possibility of you exist to come back toward me. But, when I agreement, I know that he did not pass of devaneios in go. Mere mistakes of a hopeful heart and still gotten passionate. You are a penalty not to believe me, exactly being contradictory, I you love still you.


But me to say it remains you: " Of heart, I only want that you are happy, that another one to make obtains you what I did not make… That you have everything what dreamed.
"


Mas, quando uma declaração de amor chega 10 anos depois, são apenas palavras tardias, perdidas até. Uma confissão de meia culpa desnecessária - Não mais há o que ser reatado ou salvo. Para quê ficar mexendo numa história tão antiga?!!! Isso é tão sentido. Porquê nada do que eu sentia, naquela época, sobrou ou permaneceu intacto. Nada além de uma amizade, que soa mais para irmandade do que qualquer outra coisa.

O que eu poderia dizer?!!! Não há nem o que perdoar, já passou. O que foi feito, já está feito. Apenas tranquilize o seu coração, o que havia de ser perdoado e esquecido o tempo já fez, já tratou de agir.

- "Siga em paz!!!"

Eu não vou me adaptar by Titãs



Eu não caibo mais
Nas roupas que eu cabia
Eu não encho mais
A casa de alegria
Os anos se passaram
Enquanto eu dormia
E quem eu queria bem
Me esquecia...

Será que eu falei
O que ninguém ouvia?
Será que eu escutei
O que ninguém dizia?
Eu não vou me adaptar
Me adaptar...

Eu não tenho mais
A cara que eu tinha
No espelho essa cara
Não é minha
Mas é que quando
Eu me toquei
Achei tão estranho
A minha barba estava
Desse tamanho...

Será que eu falei
O que ninguém ouvia?
Será que eu escutei
O que ninguém dizia?
Eu não vou me adaptar
Me adaptar...

Não vou!
Me adaptar! Me adaptar!
Não vou! Me adaptar!
Não vou! Me adaptar!...




- "Tudo a ver com o meu momento!!!"

Isso pouco me seduz...


Sim, todo esse clima de sedução e mistério é muito instigante, mas,... Eu estou muito "travado" para tudo isso. Do avesso mesmo: "Isso pouco pouco me toca, representa e seduz..."

Não é de uma hora para outra, como um simples fechar de olhos ou através de uma injeção de ânimo, que essa sensação irá mudar. São sucessivas doses de desfé todos os dias contrastando com o meu languido e tímido otimismo.

- "Oh, desestímulo!!! Owww, CANSAÇO!!!"


Antes de críticas, lembrem-se: "As suas experiências, são as suas experiências... As minhas experiências, são as minhas experiências... Respeitem o meu momento".

"As lágrimas não reparam os erros!!!"

The Verve - Bitter Sweet Symphony (with lyrics)

♫ Pitty - Na sua estante

"Eu não ficaria bem na sua estante..."